Resgatando a história de Prestes, FLB-AP lança segunda cartilha de Memórias Trabalhistas em São Paulo

Apresentando a vida e obra de Luis Carlos Prestes, a FLB-AP, representada por Henrique Mathiessen, professor de formação política da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini, organizou, em conjunto com o PDT Sindical e o PDT SP Estadual uma palestra no DIEESE nesta terça-feira (27), em São Paulo. O evento contou um pouco da história de Prestes no PDT e apresentou o trabalho da Fundação “Memórias Trabalhistas”.

Para homenagear as grandes lideranças políticas do Trabalhismo brasileiro, a Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (FLB-AP), através do Centro de Memória Trabalhista, vem publicando desde outubro do ano passado a série “Memórias Trabalhistas” – cartilhas de leitura fácil para entendimento e compreensão da vida e a obra desses líderes.

A cartilha de Luis Carlos Prestes foi a segunda elaborada pela FLB-AP, resgatando o  legado do “Cavaleiro da Esperança”, a importância de sua luta pelos excluídos do Brasil e a saga de sua coluna que marchou pelo interior do Brasil para denunciar injustiças da elite que se alternou no poder, na República velha, trabalhando contra os reais interesses do povo brasileiro. Mostra, também, a aproximação de Prestes ao Trabalhismo e ao PDT, do qual se tornou presidente de honra.

O evento foi organizado conjuntamente pela Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (FLB-AP), PDT/SP Estadual e PDT Sindical e também contou com a presença do presidente do PDT Sindical, Milton Cavalo, da presidente da AMT/SP, Gleides Sodré, do presidente da JS/SP, Ewerton Carreirinha e do ex-deputado estadual pelo PC do B e dirigente sindical pela CTB, Nivaldo Santana.